CONFIRA OS HÁBITOS QUE REDUZ A VIDA ÚTIL DO PNEU

Entenda a importância de fazer a manutenção periódica correta para não desgastar os pneus antes da hora

Os pneus são extremamente importantes para o veículo. Eles ajudam na estabilidade e são fundamentais para manter o carro em atrito com o solo, especialmente em pisos molhados. Por isso, saber como cuidar dos pneus pode evitar acidentes, além de economizar com gastos desnecessários. Em geral, a vida útil de um pneu é estimada entre 30 mil e 70 mil quilômetros. Porém, esse prazo pode cair bastante se o seu uso for incorreto. Pensando nisso, o iCarros listou alguns cuidados que podem fazer seus pneus durarem mais.

– Não calibrar os pneus regularmente
O ideal é calibrar os quatro pneus a cada 15 dias ou semanalmente se você faz uso severo do veículo, seguindo sempre a pressão recomendada no manual do fabricante de acordo com o número de passageiros e a carga a ser transportada. E sempre com os pneus ainda frios, ou seja, depois de rodar no máximo cinco ou seis quilômetros.

Pneus cheios demais desgastam prematuramente a parte central e ficam mais suscetíveis a impactos, enquanto pneus murchos desgastam primeiro as bordas e o ombro (a lateral que não faz parte da faixa de rodagem).

– Não fazer o rodízio de pneus
Para que a borracha sofra um desgaste regular, o correto é sempre alterar a posição dos pneus entre os eixos dianteiro e traseiro a cada 5.000 km (para pneus diagonais) ou 8.000 quilômetros (para pneus radiais) – o prazo ideal está descrito no manual do veículo. Mas é importante ficar atento, pois a ordem do rodízio varia no caso de modelos com tração 4×4 ou se o pneu possui apenas um sentido de rodagem.

– Fazer curvas em alta velocidade
É o mesmo princípio acima, você estará causando maior desgate, especialmente no ombro do pneu, reduzindo a sua durabilidade.

– Dirigir sempre em alta velocidade
Isso superaquece os pneus, acelerando o seu desgaste.

– Acelerar e frear bruscamente com frequência
Essas ações desgatam prematuramente a banda de rodagem, fazendo com que os pneus durem menos. Nesse sentido, também é bom evitar girar o volante com o carro parado.

– Subir ou descer desníveis
Subir guias de calçadas, por exemplo, é um péssimo hábito, por isso, evite sempre que possível. Isso causa deformação na estrutura do pneu. É o caso também de evitar parar com o pneu encostado na guia.

– Passar por buracos 
De novo, é o mesmo princípio do caso acima. Impactos e atritos na borracha podem causar danos irreversíveis.

– Raspar o pneu no meio-fio 
Isso pode causar bolhas, exigindo que o pneu seja substituído.

– Não fazer alinhamento
Sempre que colocar pneus novos, a cada 10 mil quilômetros ou quando notar o volante puxando para um dos lados, é importante fazer o alinhamento. Rodar com o veículo desalinhado causa desgaste prematuro e irregular dos pneus.

– Limpar com produtos abrasivos
O famosos “pretinhos” são comuns nos lava-rápidos, mas os fabricantes recomendam limpeza apenas com água e sabão neutro. Alguns produtos químicos podem reagir com a borracha, reduzindo sua vida útil.

– Rodar com um pneu furado
Em alguns casos, é possível reparar um pneu furado. Contudo, se você rodar muito tempo com ele murcho, o desgaste pode tornar isso inviável. Se houver danos na lateral, como bolhar, é necessário trocá-lo.

Fonte: ICarros

... Veja ofertas de Veículos Seminovos e Usados