GRAND NIVUS? VOLKSWAGEN TIGUAN TERÁ VERSÃO CUPÊ

SUVs cupê estão na moda agora e a Volkswagen não quer perder tempo nesse segmento

Depois de expandir sua linha de SUVs para todos os tamanhos possíveis, a Volkswagen vai investir pesado nos SUVs cupê. Os primeiros frutos disso são o americano Atlas Cross Sport, o chinês Tayron X e o brasileiro Nivus. Mas em âmbito mundial ainda não há um VW SUV cupê.

Quem será responsável por representar a Volkswagen nesse segmento nos quatro cantos do mundo é justamente seu modelo mais vendido: o Tiguan. Depois de assumir o posto do Golf como modelo mais popular da VW e ganhar versão alongada (Allspace), o SUV ganhará uma inédita versão cupê.

 

Ainda não está certo qual será o nome do modelo: Tiguan cupê, Tiguan X ou Tiguan Cross Sport são as alternativas, que podem variar de acordo com ada mercado. Há ainda a chance pequena de o modelo ter um nome único, mas a Volkswagen não vai querer perder a oportunidade de passar o Toyota RAV4 ao somar as vendas dos modelos.

Tipo Pointer

Tal qual aconteceu com o Nivus, o Tayron X e o Atlas Cross Sport, o Tiguan cupê terá teto com queda suave em direção à traseira. Haverá um pequeno ressalto como nos hatches médios de antigamente: lembra do Pointer? A ideia é a mesma.

O teto como um todo será mais baixo para ressaltar o lado esportivo do Tiguan cupê. A traseira terá linhas próprias e mais arredondadas que o modelo regular. Já a dianteira do cupê será a mesma do Tiguan 2021, salvo modificações no para-choque para dar mais esportividade. A reestilização do Tiguan, vale lembrar, será inspirada no Golf 8.

O que ainda não é certeza é se o Tiguan cupê será baseado na versão Allspace vendida no Brasil ou no modelo com entre-eixos curto vendido na Europa. A ideia é ter um modelo de porte mais generoso que o Audi Q3 Sportback, mas sem exageros.

Turbo somente

A ser posicionado como um modelo mais caro que o Tiguan padrão, o modelo cupê dificilmente terá a versão de entrada 250 TSI. Deve começar diretamente da Comfortline com motor 1.4 TSI (1.5 TSI na Europa) ou partir diretamente do esportivo R-Line com motor 2.0 TSI de 230 cv usado no Golf GTI.

Na Europa haverá ainda opções diesel. O Tiguan cupê deverá ter também suspensão e direção mais firmes que a versão de sete lugares vendida no Brasil.

Tração integral 4Motion deverá ficar restrita somente aos modelos mais potentes em alguns países. Na Europa praticamente toda versão do Volkswagen Tiguan têm tração 4Motion como opcional, o que deverá se repetir no cupê.

Fonte: ICarros

... Veja ofertas de Veículos Seminovos e Usados