QUANTO CUSTA CARREGAR UM CARRO ELÉTRICO EM CASA?

No fim das contas, o custo por quilômetro é até cinco vezes menor em relação a um automóvel a combustão

O automóvel eletrificado cada vez mais ganha espaço. As vendas crescem para esse segmento e a oferta de modelos com essa tecnologia, também. No entanto, qualquer veículo que vá na tomada, o que inclui híbridos plug-in ou totalmente elétricos, ainda são muito caros. Além disso, sempre tem aquela dúvida para quem quer um: quanto custa carregar o carro elétrico?

A média de preços dos modelos eletrificados fica acima dos R$ 200 mil. No entanto, há algumas vantagens em ter um veículo capaz de rodar somente com eletricidade. Uma delas é no custo por quilômetro rodado. Apesar de parecer que a recarga de um carro durante horas na tomada é muito cara, a realidade não é bem assim.

110V ou 220V? Tanto faz

O primeiro ponto que devemos falar é que tanto faz a tomada que você vai usar. Não irá gastar a mais por escolher diferentes voltagens. No entanto, o tempo de recarga  será o dobro nas tomadas 110V na comparação com as 220V. Lembre-se também que, no caso da voltagem mais forte, é necessário corrente de 20 amperes (A).

Vale ressaltar que a tomada em questão precisa ser aterrada. Nos empreendimentos imobiliários mais recentes, esse procedimento é feito durante a construção. Se a sua casa não tiver, será necessário fazer.

Mas quanto custa recarregar um carro elétrico?

O cálculo é até simples. O primeiro passo é saber qual a potência da rede elétrica da sua residência, que é medida em Watt (W). No caso de uma tomada 110V com corrente de 20A, a potência máxima é de 2.200W. Agora, só precisamos saber o quanto de horas o carro ficou conectado. Se foram 10 horas, o consumo será de 22 kWh, que é o número obtido na multiplicação das horas pela potência máxima.

Recarga Elétricos Grupo Vw 2

Agora, precisamos saber o valor do kWh, que é determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A tarifa varia em cada estado, sendo que, quanto mais ao norte, mais caro. A média vai de R$ 0,50 a R$ 0,60. Mas pode chegar a R$ 0,30 e R$ 1,00, por exemplo.

Vamos trabalhar com R$ 0,50. Então, quanto custa carregar o carro elétrico em casa? No caso das 10 horas em tomada 110V com corrente de 20A, resultado nos 22 kWh, teremos gasto R$ 11 para “abastecer” completamente a bateria do veículo. O mesmo número vale para a tomada 220V com 20A, mas o tempo para recarregar seria de cinco horas, uma vez que a potência máxima é de 4.400W.

O custo médio por quilômetro rodado para um veículo elétrico, então, chega a, no máximo, R$ 0,10. Enquanto um carro a combustão tem o custo na casa dos R$ 0,50, em média.

Quanto eu vou precisar para encher a bateria?

Depende. No carro híbrido plug-in, com bateria de 11 kWh, precisaremos de cinco horas nas tomadas 110V e duas horas e meia, nas tomadas 220V. Portanto, o custo seria de metade do valor acima. No entanto, esse tipo de carro roda, em média, 50 km com uma carga.

Se estivermos falando de um carro 100% elétrico, a bateria tem entre 40 kWh e 60 kWh. Portanto, precisaríamos do dobro ou um pouco mais de tempo para recarregar 100% da bateria, o que leva o custo para a casa dos R$ 25, aproximadamente. Porém, você nem sempre fará uma recarga de 100%, uma vez que o carro tem capacidade para 300 km ou mais.

Wallbox e energia solar

Nissan Wallbox Leaf

Um carregador de parede, ou Wallbox, carrega 80% da bateria entre 6 e 8 horas. No entanto, ele necessita de uma rede trifásica, que nem sempre está disponível. Nesse caso, há 20 amperes de corrente e até 13.200W de potência. No entanto, o custo é de R$ 7 mil para instalação e geralmente demanda alguma obra.

Outra tecnologia muito usada por quem tem o carro elétrico é a energia solar. Neste caso, a conta pode sair praticamente de graça na hora de carregar o veículo. No entanto, há um investimento alto para a instalação.

Fonte: Webmotors

... Veja ofertas de Veículos Seminovos e Usados